22°
Máx
14°
Min

Dólar sobe ante real com atuação do BC e política no radar

O dólar avança na manhã desta quarta-feira, 20, refletindo a volta do Banco Central no mercado de câmbio com leilão de swap reverso, após um dia de trégua. Como pano de fundo estão as incertezas com relação aos nomes da equipe econômica de um eventual governo de Michel Temer, caso haja o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e preocupações do lado fiscal, com a mudança de cálculo das dívidas dos Estados com a União.

Agora são oito Estados que conseguiram decisão favorável no Supremo Tribunal Federal (STF) para alterar a metodologia de cálculo no pagamento das dívidas. O Supremo marcou para o próximo dia 27 o julgamento desses casos.

Às 9h44, o dólar à vista no balcão subia 0,44%, a R$ 3,5453, e o dólar para maio tinha alta de 0,37%, a R$ 3,5550.

Indicadores divulgados mais cedo também não ajudam a melhorar o humor dos mercados nesta quarta. O IPCA-15 de março subiu 0,51%, acima da mediana da projeções (+0,47%), enquanto a Pnad Contínua mostrou taxa de desemprego de 10,2% no trimestre até fevereiro, praticamente em linha com a mediana das projeções (10,1%).