22°
Máx
14°
Min

Dólar sobe ante real com realização de lucros

O dólar começou o dia em baixa, mas passou a subir, em movimento de realização de lucros. O movimento inicial refletia a alta do petróleo e sinais de que os esforços da China para reduzir seu excesso de capacidade industrial estão dando resultado. Em seguida, porém, a moeda americana passou a subir em relação ao real e renovou máximas sequenciais, num movimento de correção, após as perdas acumuladas em 2,24% nas últimas quatro sessões, disse um profissional de uma corretora.

"Há um pouco de realização de lucros em meio a expectativas de ingressos de recursos no País, o que limita o viés de alta", afirmou a fonte. O cenário político deve ser monitorado, afirmou.

Às 9h39, o dólar à vista no balcão subia 0,46%, a R$ 3,1841. O dólar para setembro tinha alta de 0,63%, a R$ 3,2110.

Na política, o presidente em exercício, Michel Temer, é citado em trecho da delação premiada que a Odebrecht está negociando, segundo reportagem da edição deste fim de semana da revista Veja. Segundo a publicação, em maio de 2014 houve um jantar no Palácio do Jaburu, residência oficial do então vice-presidente da República, do qual participaram Temer, o então deputado Eliseu Padilha e, representando a empreiteira, Marcelo Odebrecht. A Odebrecht teria repassado R$ 10 milhões ao PMDB.

Já o ministro das Relações Exteriores, José Serra, teria recebido R$ 23 milhões da Odebrecht via caixa dois na campanha presidencial de 2010, informaram executivos da empreiteira aos investigadores da Operação Lava Jato, segundo o jornal Folha de S.Paulo. De acordo com a publicação, parte do valor teria sido entregue no Brasil e parte no exterior.