23°
Máx
12°
Min

Dólar sobe com atuação do BC, mas ganho é limitado por fluxo positivo

(Foto: Divulgação) - Dólar sobe com atuação do BC, mas ganho é limitado por fluxo positivo
(Foto: Divulgação)

A dólar engatou uma tendência de alta no meio da manhã desta sexta-feira, 1, e fechou a sessão em terreno positivo, refletindo o primeiro leilão de swap cambial reverso da gestão de Ilan Goldfajn no Banco Central. A percepção de que a autarquia continuará atuante para conter a queda do dólar se consolidou após Ilan Goldfajn declarar à imprensa que pretende usar os instrumentos para reduzir as posições em swap tradicional da instituição.

A moeda à vista, porém, encerrou o dia longe da máxima intraday, em razão do fluxo cambial diário positivo e um bom volume de operações casadas entre dólar à vista e dólar futuro, segundo os agentes de câmbio. Eles também ressaltaram o viés de baixa do Dollar Index no exterior.

No mercado à vista, a moeda americana encerrou em alta de 0,63%, aos R$ 3,2307. Na mínima, atingiu R$ 3,1965 (-0,44%) e na máxima, R$ 3,2480 (+1,17%). O volume de negócios somou cerca de US$ 1,643 bilhão. A taxa Ptax de hoje fechou aos R$ 3,2298 (+0,62%).

O mercado futuro registrou forte volume de operações com o dólar agosto, que é o contrato mais líquido, de cerca de US$ 19,531 bilhões - volume considerado atípico para o primeiro dia útil de mês. Ontem, dia de formação de Ptax de fim de mês, o giro com esse contrato somou cerca de US$ 23,7 bilhões. O dólar futuro para agosto subiu 0,74%, aos R$ 3,2645.