27°
Máx
13°
Min

Economia dos EUA cria 255 mil empregos em julho; previsão +179 mil

Os Estados Unidos geraram 255 mil empregos em julho, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira, em um sinal de força subjacente do mercado de trabalho, apesar de uma série de indicadores recentes mistos. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam menos, 179 mil novas vagas.

Além disso, revisões mostraram que os empregadores dos EUA geraram 18 mil vagas a mais em maio e junho que o antes estimado. No caso de junho, o dado foi revisado de 287 mil antes informados para 292 mil.

Os números de contratação têm se mantido fortes há dois meses, ainda que leituras do início do ano tenham mostrado certa fraqueza. Até agora neste ano, a criação média de empregos está em 186 mil vagas por mês, de 229 mil postos mensais em 2015.

O salário médio por hora trabalhada no setor privado subiu US$ 0,08 em julho, ou 0,3% na comparação com o mês anterior, para US$ 25,69. Na comparação anual, a alta foi de 2,6%, o que supera a inflação do período. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) avançou 1,1% em junho, na comparação com igual mês de 2015. A hora média trabalhada na semana subiu 0,1 hora no mês de julho, para 34,5 horas.

Outro mês de contratação foi o suficiente para levar mais gente para a força de trabalho. A taxa de participação subiu para 62,8% em julho, de 62,7% em junho. Fonte: Dow Jones Newswires.