27°
Máx
13°
Min

Emprego industrial cai 0,6% em dezembro de 2015, informa IBGE

O emprego na indústria recuou 0,6% na passagem de novembro para dezembro de 2015, na série livre de influências sazonais, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado representa a 12ª taxa negativa consecutiva nesse tipo de comparação, período em que acumulou uma perda de 7,8%.

Na comparação com dezembro de 2014, o emprego industrial apontou uma queda de 7,9% em dezembro do ano passado, 51º resultado negativo consecutivo nesse tipo de confronto e o mais intenso registrado pela pesquisa.

Como resultado, os postos de trabalho na indústria recuaram 6,2% em 2015, redução mais elevada da série histórica iniciada em 2002.

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (PIMES), divulgada nesta quinta-feira, 18, pelo IBGE pela última vez. A pesquisa deixa de existir, assim como ocorrerá em breve com a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), porque será substituída pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

Em nota, o instituto afirmou que "os progressivos ganhos de qualidade na base de dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho) e a implantação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, que tem cobertura nacional e produz um conjunto amplo de informações sobre o comportamento de curto prazo do mercado de trabalho com informações divulgadas mensalmente para Brasil e trimestralmente para todas as Unidades da Federação, reduziram de forma muito substantiva a relevância das informações obtidas a partir da PIMES e levaram o IBGE à decisão de sua interrupção".