21°
Máx
17°
Min

Empresa de Londrina vence 16º Demo Day da Startup Farm

(foto: Pixabay) - Empresa de Londrina vence 16º Demo Day da Startup Farm
(foto: Pixabay)

A startup londrinense Bart Digital foi a grande vencedora do 16º Demo Day da Startup Farm, a maior e mais experiente aceleradora da América Latina. Ao todo, 15 startups foram selecionadas para participar do programa de aceleração e apenas cinco para o Demo Day, evento em que elas têm a oportunidade de apresentar seus projetos a investidores, executivos e jornalistas. As apresentações foram realizadas na Biblioteca Brasiliana, na Universidade de São Paulo, na última quinta-feira, dia 11. A Bart Digital integra do Projeto de Startups do Sebrae/PR.

O 16ª Programa de Aceleração da Startup Farm ocorreu entre 2 de julho e 10 de agosto, no Campus São Paulo, do Google. Os empreendedores passaram por cinco semanas de imersão para acelerar a validação do modelo de negócio e foram capacitados para gerir o crescimento em larga escala. Durante este período, tiveram contato com mentores, investidores, grandes empresas e parceiros. Na segunda fase, as startups serão acompanhadas, por até dois anos, na captação de investimentos e evolução das métricas. As empresas serão apresentadas a fundos de investimentos e poderão receber um aporte de até R$ 50 mil da Startup Farm, conforme o desempenho.

A advogada e cofundadora da Bart Digital, Mariana Silveira Bonora, afirma que vencer o 16º Demo Day da Startup Farm representa uma conquista muito grande, já que o projeto ainda é muito novo. Ela lembra que a startup nasceu durante o Hackathon Smart Agro ExpoLondrina 2016, com o objetivo de automatizar e simplificar operações de troca de commodities por insumos agrícolas. “Apesar de termos um projeto novo, estamos no caminho certo, trabalhando com uma ‘dor’ do mercado”, argumenta. A startup londrinense está incubada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP) e, recentemente, foi selecionada também para o 2º Ciclo de Aceleração do InovAtiva Brasil.

Para Fabrício Bianchi, consultor do Sebrae/PR, a vitória da Bart Digital representa uma conquista para o ecossistema de inovação em Londrina. “É um projeto que surgiu durante um evento muito dinâmico, como o Hackathon Smart Agro, e teve a capacidade de entrar em um processo muito ágil de aceleração e, no final, conquistar o primeiro lugar frente a competidores do Brasil todo”, afirma.

O diretor de Operações do Sebrae/PR, Júlio Cezar Agostini, lembra que uma das principais linhas estratégicas da entidade é o estímulo e desenvolvimento de startups em todo o Paraná. “Empresas que fazem parte do nosso Projeto de Startups estão conseguindo participar de forma competitiva de editais e eventos nacionais. Isso significa que o programa está alcançando a efetividade para incentivar negócios inovadores”, comemora.

Programa

O Programa de Aceleração da Startup Farm inclui cinco semanas imersivas para testar e validar o modelo de negócio das startups participantes e até dois anos de acompanhamento pelo Farm Venture Capital, área responsável pela captação de investimentos. Podem participar startups de qualquer região do Brasil com propostas inovadoras que impactem grandes mercados e não tenham faturado mais de R$ 300 mil nos últimos seis meses. Criado em 2011, o programa de aceleração é a porta de entrada para a Startup Farm, que já reúne mais de 200 startups no portfólio.

(com informações da assessoria de imprensa)