22°
Máx
14°
Min

Estimativa de venda dos residenciais é a maior dos últimos oito meses

O número de imóveis usados residenciais ofertados para venda em Curitiba diminui pela primeira vez desde julho de 2014 e a estimativa de negociados é a maior dos últimos oito meses. É o que aponta o último estudo realizado pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), ligado ao Sindicato dos Condomínios e Habitação (Secovi-PR).

“São alguns indicativos que deixam o período mais promissor para o mercado imobiliário, ainda mais, depois do anúncio da Caixa Econômica Federal (CEF), em aumentar o percentual de financiamento para os imóveis usados”, destaca o presidente do Inpespar e vice-presidente de Economia e Estatística do Secovi-PR, Maurício Ribas Moritz.

Nesta semana, a CEF anunciou uma nova alteração nas regras dos financiamentos de imóveis usados. “Até então, o interessado em comprar um imóvel usado tinha que desembolsar 50% do valor na entrada, o que estava inviabilizando a conclusão das vendas”, reforça o vice-presidente de Comercialização Imobiliária do Secovi-PR, Luciano Tomazini. “A novidade agora é que este percentual baixou para 30%”, explica. Em 2014 a CEF financiava até 80% do valor dos imóveis e em 2015 passou a financiar apenas 50%.

Ainda segundo a pesquisa, a estimativa de negociação registrada em Fevereiro deste ano foi de 610 unidades residenciais, a maior desde Junho de 2015 (630 und) e maior também do que a média dos últimos 12 meses (575).


Colaboração Assessoria de Imprensa.