27°
Máx
13°
Min

Estoque de crédito de bancos públicos cai 0,2% em julho e de privados sobe 5,5%

Os bancos públicos reduziram seus estoques de crédito em julho. De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 25, pelo Banco Central, as instituições oficiais ficaram com um saldo de R$ 1,764 trilhão em julho, valor 0,2% menor que o de junho. Nos bancos privados nacionais, houve alta de 5,5% na margem, para R$ 960,6 bilhões. Em 12 meses até julho, a alta está em 2,8% entre os bancos públicos e em 2,1% entre os privados.

A inadimplência nas instituições públicas subiu de 2,7% em junho para 2,8% em julho. No caso das instituições privadas nacionais, a taxa foi de 4,9% para 5,0% e, nas estrangeiras, o calote caiu no período de 3,8% para 3,4%.

Entre os bancos públicos, as provisões foram de 4,8% para 4,9%; nos nacionais privados, subiram de 8,9% para 9,2% e, nos estrangeiros, passaram de 6,6% para 6,3% no mesmo período de comparação.