22°
Máx
16°
Min

EUA: PPI sobe 0,2% em abril ante março, na primeira alta após 2 meses de queda

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) avançou 0,2% em abril na comparação com março nos Estados Unidos, após ajustes sazonais, informou nesta sexta-feira o Departamento do Trabalho, após dois meses seguidos de queda. O resultado veio pouco abaixo da previsão dos analistas, de alta mensal de 0,3%, em um possível sinal de fortalecimento da inflação em toda a economia.

O núcleo do PPI, considerado uma leitura mais confiável da inflação porque retira os custos de itens voláteis, como alimentos e energia, avançou 0,1% em abril na comparação com o mês anterior, em linha com a previsão dos analistas. Em março, o núcleo do PPI havia caído 0,1%.

O PPI, como outras medidas da inflação, estava mostrando fraqueza, em grande parte por causa da demanda branda pelo mundo e do forte declínio no petróleo desde o fim de 2014. No entanto, a melhora nos preços do petróleo nos últimos seis meses tem contribuído para o avanço do índice. Nos 12 meses até abril, o PPI ficou estável nos EUA. O núcleo do PPI na comparação anual subiu 0,9%.

De acordo com o relatório do PPI desta sexta-feira, os preços dos bens subiram 0,2% em abril na comparação mensal e os preços dos serviços avançaram 0,1%, enquanto os preços de energia cresceram 0,2%. Já os preços dos alimentos caíram 0,3%.

Uma leitura que é um indicativo da inflação ao consumidor - a de preços ao produtor para consumo pessoal - subiu 0,2% em abril ante o mês anterior e também avançou 0,2% na comparação anual. Fonte: Dow Jones Newswires.