27°
Máx
13°
Min

Faturamento dos supermercados em MG sobe 0,76% em janeiro, diz Amis

O faturamento dos supermercados de Minas Gerais subiu 0,76% em janeiro ante o mesmo mês de 2015. Com relação a dezembro, a receita bruta do setor em Minas recuou 18,58%. Os dados, deflacionados pelo IPCA, são do Termômetro de Vendas, pesquisa mensal da Associação Mineira de Supermercados (Amis) com empresas de todo o Estado.

O desempenho do Estado na comparação com o País na relação anual foi melhor. Hoje, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) informou que as vendas reais dos estabelecimentos no País diminuíram 3,38%. Já ante dezembro, a queda foi de 19,64%.

"A queda de janeiro ante dezembro é normal, pois dezembro é sempre o mês de maior venda no ano motivado pela demanda ocasionada pelo Natal e Ano Novo. Ou seja, desde que a pesquisa Termômetro de Vendas teve início em 1998, nunca o mês de janeiro superou dezembro em vendas", explicou a Amis, em nota.

Desempenho regional

Na análise por região, em janeiro ante dezembro, a maior queda foi registrada nas lojas localizadas no entorno do Centro-Oeste (-19,96%), seguidas das do Norte (-19,17%); Central (-19,07%); Vale do Rio Doce/Mucuri/Jequitinhonha (-18,73%); Zona da Mata (-18,53%); Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba (-15,77%) e Sul (-14,99%).

Páscoa

A Amis espera que o volume de vendas na Páscoa seja o mesmo do ano passado. Um aumento na demanda por bombons ou as barras, entre 6% e 8%, compensará a retração de 5% em relação aos ovos de chocolate, esclareceu a Amis. Nacionalmente, a Abras espera uma queda nas vendas totais ante a mesma época do ano passado.

O levantamento constatou ainda que haverá uma correção de preços entre 10% e 12% em relação ao ano passado.