24°
Máx
17°
Min

Fed reduz estimativa de PIB dos EUA em 2016, mas espera progressos no emprego

(Foto: Marcos Santos/USP Imagens) - Fed reduz estimativa de PIB dos EUA em 2016, mas espera progressos no emprego
(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

O Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) reduziu a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos para este ano de 2,4%, para 2,2% em relação à projeção feita na reunião em dezembro.

A projeção para 2017 também foi diminuída e a economia do país deve crescer 2,1%, ante estimativa de dezembro de 2,2%, enquanto a previsão de expansão para 2018 permaneceu em 2,0%. No longo prazo, a projeção ficou em +2,0%.

Em relação ao emprego, as autoridades do Fed esperam progresso nos postos de trabalho nos próximos anos. Eles acreditam que a taxa de desemprego, que atualmente está em 4,9%, termine o ano de 2016 em 4,7%.

Além disso, a expectativa com a taxa de desemprego para 2017 recuou de 4,7% para 4,6%, enquanto a projeção para 2018 passou de 4,7% para 4,5%. A estimativa da taxa de desemprego no longo prazo caiu de 4,9% para 4,8%.

O Fed reduziu também a previsão de inflação em 2016, passando de 1,6% para 1,2%. Para 2017, a estimativa se manteve em 1,9% e para 2018 a projeção ficou mantida em 2,0%. A projeção no longo prazo continuou em 2,0%.

Para 2016, a previsão do Fed para o núcleo da inflação se manteve em 1,6%. Para 2017, ela diminuiu de 1,9% (dezembro) para 1,8% e para 2018 ela permaneceu em 2,0%.