22°
Máx
17°
Min

Ferroeste aumenta em 14,4% volume total de cargas transportadas

O destaque é o recorde histórico no tráfego interno (Foto: AEN) - Ferroeste aumenta em 14,4% volume total de cargas transportadas
O destaque é o recorde histórico no tráfego interno (Foto: AEN)

A Ferroeste encerrou o primeiro semestre de 2016 com um aumento de 14,4% no volume total de cargas transportadas pela ferrovia, em comparação com o mesmo período do ano anterior. No período, a empresa movimentou cerca de 488 mil toneladas úteis.

O destaque é o recorde histórico no tráfego interno, com o crescimento de 81% na movimentação de produtos exclusivamente na malha da Ferroeste (origem e destino entre Cascavel e Guarapuava). Nos primeiros seis meses deste ano foram transportadas 285.603 toneladas úteis contra 157.392 no ano de 2015.

Segundo o presidente Ferroeste, João Vicente Bresolin Araújo, o resultado mostra que a empresa está no caminho certo. “A modernização e melhoria constante da qualidade do transporte ferroviário é fator decisivo para o desenvolvimento do Oeste do Paraná”, afirmou ele. O faturamento da empresa também melhorou, em relação ao primeiro semestre de 2015, com um crescimento superior a 30%.

“A compra de novos ativos, sendo cinco locomotivas de maior potência e 364 vagões graneleiros, contribuiu de forma decisiva para esse resultado”, ressalta o diretor de Produção, Rodrigo César de Oliveira. Os ativos entraram em operação no início do ano, durante a safra 2015/2016.

Os produtos que apresentaram melhor desempenho foram a soja a granel e o cimento. No caso da soja, o incremento se deve ao maior volume do produto transportado este ano pela cooperativa Agrária. O destaque nas importações foi o cimento, que registrou crescimento de 28%.

NOVOS ATIVOS - Em 2015, a Ferroeste comprou cinco locomotivas MX 620, a maior aquisição de maquinário da história da empresa. Também foram adquiridos 364 vagões graneleiros FHD. Com as locomotivas e os vagões, a ferrovia aumentou sua capacidade de tração e, com isso, melhorou o atendimento aos produtores da região Oeste.

A Ferroeste encerrou 2015 com investimentos inéditos de R$ 4,5 milhões. Os aportes do Governo do Estado na modernização da empresa, nos últimos cinco anos, já somam R$ 12,4 milhões.

Colaboração: AEN