27°
Máx
13°
Min

FGV: preços de alimentos aceleram no atacado, mas arrefecem no varejo em junho

Os preços dos alimentos são destaque no Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), divulgado nesta quinta-feira, 7, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Pressionados pelos produtos agrícolas, os alimentos aceleraram os preços no atacado, principais responsáveis pela intensificação do IGP-DI, que ficou em 1,63% em junho ante 1,13% em maio. Por outro lado, o grupo Alimentação foi o principal responsável pela desaceleração no IPC-DI, indicador que apura a evolução de preços no varejo e oscilou de 0,64% em maio para 0,26% em junho.

Segundo a FGV, o principal responsável pela aceleração dos preços no atacado foi o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 0,41% em maio para 16,07% em junho. Despontaram no atacado, entre os maiores impactos no IPA-DI, os preços da soja (em grão), apesar da desaceleração de 14,01% em maio para 11,90% em junho; e do feijão (em grão), que aceleraram de 7,34% para 58,72% na mesma base de comparação.

No varejo, por sua vez, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação, informou a FGV. A contribuição de maior magnitude para o recuo da taxa do IPC partiu do grupo Alimentação, que passou de alta de 0,77% em maio para 0,07% em junho. "Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento do item frutas, cuja taxa passou de 1,03% para -11,75%", diz a FGV em nota.