24°
Máx
17°
Min

Fiat reduz produção em Betim e dá férias coletivas por 10 dias

A Fiat decidiu dar férias coletivas de dez dias úteis aos trabalhadores de três das quatro linhas de produção da fábrica em Betim, em Minas Gerais. O objetivo da medida, que começa nesta segunda-feira, 25, é ajustar a produção à baixa demanda por veículos no Brasil. A montadora esclareceu, no entanto, que a paralisação não afeta a produção do Mobi, subcompacto lançado pela marca na semana passada.

Esta é a segunda vez em menos de dois meses que a montadora resolve paralisar três das quatro linhas de produção da fábrica mineira. Na última vez, em março, a suspensão durou cinco dias úteis. A fábrica, a maior da montadora no mundo, tem capacidade para produzir 800 mil veículos por ano. Porém, segundo informou há duas semanas o presidente da Fiat no Brasil, Stefan Ketter, 40% dessa capacidade está ociosa.

A medida é adotada em meio a uma forte queda na venda de veículos no Brasil. Em 2015, o número de veículos comercializados caiu 26,5%, para 2,569 milhões de unidades, segundo dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foi a terceira retração anual seguida. Nos três primeiros meses de 2016, a queda acumulada é de 28,6% ante igual período do ano anterior.