21°
Máx
17°
Min

Fluxo de veículos em estradas pedagiadas paulistas cai 0,5% em maio, diz ABCR

O fluxo total de veículos pelas estradas pedagiadas de São Paulo recuou 0,5% em maio, comparativamente a abril, com ajustes sazonais. Na mesma base de comparação, as passagens de veículos leves pelas praças de pedágios aumentaram 0,3% e os pesados circularam 2,5% menos que no mês anterior. Os dados são da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) e da Tendências Consultoria Integrada.

Na comparação com maio de 2015, o índice total de São Paulo apresentou queda de 3,7%. O fluxo de veículos leves e pesados encolheu 2,8% e 6,4%, pela ordem.

Nos últimos doze meses, o fluxo total do Estado recuou 1,9%. Considerando essa mesma base de comparação, o fluxo de leves registrou queda de 0,3% e o de pesados diminuiu 5,6%. No acumulado do ano, de janeiro a maio, o fluxo total registrou queda de 2,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O fluxo de veículos leves recuou 1,5% e o de pesados, 5,8%.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, a circulação de veículos apresentou queda de 0,3% na comparação com abril, considerando dados livres dos efeitos sazonais. O fluxo de veículos leves no Estado Fluminense não registrou variações, enquanto o fluxo de veículos pesados apresentou queda de 2,3%, na mesma base de comparação.

Em relação a maio de 2015, o índice total do Estado apresentou queda de 2,5%. O fluxo de veículos leves recuou 1,4%, enquanto o fluxo de pesados caiu 8%.

Nos últimos doze meses, o fluxo total do Estado encolheu 3,7%. Considerando essa mesma base de comparação, o fluxo de veículos leves registrou queda de 2,7% e o de pesados, 8,7%. No ano, o fluxo total caiu 3% sobre os cinco primeiros meses de 2015. O fluxo de veículos leves recuou 1,9%, enquanto o fluxo de pesados teve queda de 9%.

Paraná

No Paraná, o Índice ABCR de maio registrou aumento de 0,3% na comparação com abril, considerando dados livres dos efeitos sazonais. Nessa mesma base de comparação, o fluxo de veículos leves cresceu 3,4%, enquanto o fluxo de veículos pesados registrou queda de 6,2%. Na comparação com maio de 2015, o fluxo de veículos no Paraná caiu 3,2%. O fluxo de veículos leves recuou 2,4%, enquanto o fluxo de pesados registrou queda de 4,6%.

Nos últimos doze meses, o fluxo total do Estado recuou 1,8%. Considerando essa mesma base de comparação, o fluxo de leves teve queda de 2,6%, enquanto o fluxo de pesados apresentou recuo de 0,3%.

No ano até maio a circulação total de veículos nas estradas paranaenses registrou queda de 0,9%. O fluxo de veículos leves recuou 2,2%. O fluxo de pesados, por outro lado, avançou 1,7%.