24°
Máx
17°
Min

FMI chega a acordo preliminar de empréstimo ao Egito no valor de US$ 12 bilhões

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta quinta-feira que chegou a um acordo preliminar com o Egito para um programa de empréstimo no valor de US$ 12 bilhões para ajudar nas dificuldades econômicas do país.

Durante três anos, o "Extended Fund Facility" - mecanismo de crédito criado em 1963 para países em dificuldades - será fornecido para o Egito em apoio ao programa de reformas econômicas do governo, disse Chris Jarvis, que lidera a equipe do FMI no Cairo.

"Este acordo está sujeito à aprovação do conselho executivo do FMI, que deve avaliar o pedido nas próximas semanas", acrescentou em um comunicado.

Anos de agitação desde a derrubada do autocrata de longa data Hosni Mubarak em 2011, o país tem tido um forte impacto sobre o investimento e o turismo estrangeiro, que junto com as receitas do Canal de Suez e as remessas de egípcios que trabalham no exterior são as principais fontes de moeda estrangeira.

As reservas em moeda estrangeira do país caíram de US$ 17,5 bilhões em junho para US$ 15,5 bilhões em julho, segundo o Banco Central. O Egito tinha US$ 36 bilhões em reservas antes do levante de 2011.

A moeda local, a libra egípcia, tem vindo a cair para novos mínimos. A taxa oficial do Banco Central é de 8,78 libras egípcias por dólar, mas o preço verdadeiro no mercado negro robusto do Egito, de acordo com relatos da mídia, é de cerca de 12 e tem chegado a até 13 libras egípcias por dólar. Fonte: Dow Jones Newswires.