20°
Máx
14°
Min

Furnas investirá cerca de R$ 1,1 bi em reforço de transmissão no sistema SP-MG-PR

Furnas, subsidiária da Eletrobras, investirá cerca de R$ 1,1 bilhão para reforço de transmissão no sistema São Paulo - Minas Gerais - Paraná. O aporte integra a nova fase do Plano Geral de Empreendimentos de Transmissão em Instalações em Operação (PGET), que teve início em 2011 com a implantação de melhorias e reforços em ativos de transmissão da empresa por todo o Brasil. Nos próximos quatro anos estão previstos investimentos de R$ 1,96 bilhão, informou a companhia, em nota.

Segundo Furnas, o PGET foi criado "para a condução simultânea e integrada de reforços e melhorias em instalações em operação". Até julho de 2016, 146 projetos de ampliação e modernizações foram executados, com instalação de cerca de 2.450 equipamentos: parte em substituição de equipamentos com vida útil vencida ou obsolescência, e parte em equipamentos novos, num investimento de quase R$ 2 bilhões.

Em São Paulo, as subestações de Campinas, Mogi das Cruzes, Bateias, Cachoeira Paulista, Guarulhos, Marimbondo, Porto Colômbia e Araraquara receberão na nova etapa transformadores de força (1), banco de capacitores (3), equipamentos de manobra (233), transformadores para instrumentos (60), e para-raios (99), e substituição e adequação de trecho de barramentos (7) nas tensões de 500 kV, 345 kV, 138 kV e 15 kV. Ao todo serão realizadas 31 obras, com destaque para as subestações de Campinas e Cachoeira Paulista, que receberão investimentos de cerca de R$ 90 milhões.

Até o momento, já foram investidos cerca de R$ 362 milhões em melhorias no estado de São Paulo, de um total de aproximadamente R$ 844 milhões previstos até 2019. De acordo com a empresa, os reforços possibilitarão incrementar a confiabilidade e a qualidade do sistema de transmissão que atende ao estado.

No Paraná e em São Paulo, o sistema de transmissão de Itaipu receberá investimentos de R$ 654 milhões nos próximos quatro anos, o que corresponde a 16,9% dos R$ 1,96 bilhão destinado ao PGET.

No Paraná, as subestações de Foz do Iguaçu, Itaberá, Ivaiporã, Tijuco Preto e Ibiúna, que compõem o sistema de transmissão da usina de Itaipu, receberão 923 equipamentos, entre transformadores (11), disjuntores (297), chaves seccionadoras (489), transformadores de instrumentos (27), e para-raios (92).

Já em Minas Gerais, as subestações que passarão por obras de reforço e melhorias são Barreiro, Itutinga, Mascarenhas de Moraes, Ouro Preto, Poços de Caldas e Furnas, em um total de 35 obras. Furnas já investiu aproximadamente R$ 315 milhões no estado, totalizando cerca de R$ 616 milhões até 2019. As subestações receberão um total de 189 equipamentos, entre eles transformadores de força (3), transformadores para instrumentos (1), disjuntores (19), secionadores (46) e para-raios (120).