26°
Máx
19°
Min

Governo de Roraima pretende renegociar dívida com BNDES

A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), afirmou nesta terça-feira, 26, que o Estado pretende renegociar sua dívida com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). De acordo com ela, o pagamento das dívidas "contraídas em governo passado precisa ser olhado e repactuado". "Nosso Estado ainda depende muito da União, temos uma economia em formação", disse.

O Estado de Roraima tem cerca de R$ 600 milhões em dívida com o banco e, como não pretende renegociar sua dívida com a União, não precisará atender às contrapartidas que o governo exigiu. Segundo a governadora, Roraima atende aos limites de gasto com a folha de pagamento, exceto o poder legislativo, que não tem cumprido o teto.

Venezuela

Entre os problemas que Roraima tem enfrentado no momento, Suely lembrou que as dificuldades econômicas da Venezuela fazem com que cerca de 600 venezuelanos cheguem diariamente à Pacaraima, cidade que faz fronteira com o país sul-americano. "Eles chegam por Pacaraima e vão para Boa Vista. Por um lado, é bom porque ajuda a nossa economia, mas também temos alguns problemas sociais", comentou.