21°
Máx
17°
Min

Ibovespa cai com cautela antes de decisão sobre Lula e realização de lucros

Após abrir perto da estabilidade, a Bovespa recua na manhã desta sexta-feira, 11. O sinal negativo é determinado pelo apetite menor dos investidores ao risco em meio à apreensão antes da decisão da Justiça sobre o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, divulgado ontem. Além disso, o avanço de 1,86% da véspera abre espaço para uma realização de lucros. Ambos os fatores impedem que os negócios locais acompanhem o otimismo registrado nas bolsas europeias e nos índices futuros de Nova York.

Às 10h33, o Ibovespa caía 0,59% às 10h32, aos 49.278,22 pontos. As ações ON e PN registravam perdas de 1,43% e 2,52%, respectivamente, a despeito da alta do petróleo no mercado internacional. Os contratos futuros da commodity estavam em alta ajudados pelo comentário da Agência Internacional de Energia (AIE) de que existem sinais de que seus preços já atingiram o fundo do poço.

Já as ações PNA da Usiminas estendiam a valorização neste pregão, ainda na expectativa de definições que possam sair da reunião do conselho de administração. A ação chegou a subir 8%, na cotação máxima de R$ 2,28. Às 10h35, ganhava 2,84%.

Na Europa e em Wall Street, as ações sobem refletindo otimismo com a política monetária do Banco Central Europeu (BCE), que anunciou estímulos agressivos ontem, e a valorização dos preços do petróleo. Às 10h35, o futuro do Dow Jones subia 0,80%. A Bolsa de Frankfurt, 3,10%.