28°
Máx
17°
Min

Ilan Goldfajn chega para sabatina na CAE do Senado

O indicado à presidência do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, chegou nesta manhã de terça-feira, 7, à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), onde será sabatinado. O executivo veio acompanhado da equipe de imprensa da autoridade monetária.

A sessão será comandada pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), que é presidente da CAE. Ilan passará pelos questionamentos dos parlamentares, que posteriormente votarão pela sua nomeação ao novo cargo. Para que seja aprovada a indicação, são necessários votos positivos da maioria simples - metade mais um - dos membros presentes na sessão.

Passada essa etapa, o parecer da comissão é encaminhado ao plenário do Senado, onde é necessária também a aprovação de maioria simples dos presentes. Concluído o processo, o nome segue para publicação.

Em 2010, quando foi indicado para presidir o BC, Alexandre Tombini passou por uma sabatina de quase três horas de duração na CAE. Ao fim, recebeu o apoio de expressiva maioria, com 22 votos favoráveis e um contra. No plenário, teve o aval de 37 senadores, com outros sete votando contra.

Alçado à presidência do BC, Ilan deixa o setor bancário para assumir o novo posto, já que ocupava o posto de economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco. Economista, com mestrado pela PUC-Rio e doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), Ilan foi consultor do Banco Mundial, do FMI e das Nações Unidas, além do governo brasileiro e do setor privado.

Exerceu o cargo de diretor de Política Econômica do Banco Central, entre 2000 e 2003, durante a gestão de Armínio Fraga, quando foi adotado o sistema de metas para a inflação.