28°
Máx
17°
Min

Inadimplência do consumidor cresce 4,9% em julho ante junho, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência do consumidor subiu 4,9% em julho ante junho, segundo dados dessazonalizados divulgados pela Boa Vista SCPC. Na comparação com julho do ano passado, no entanto, houve baixa de 4,3%. Já nos sete primeiros meses do ano - ante igual intervalo de 2015 - há aumento de 2,5%.

Na variação mensal, o maior aumento na inadimplência foi registrado no Nordeste (+11,9%), seguido do Norte (+6,8%), Sudeste (+4,5%) e Centro-Oeste (+2,0%). A única queda foi no Sul (-1,1%).

Segundo os economistas da Serasa, a deterioração do mercado de trabalho e inflação em patamares elevados tem contribuído para piora do orçamento das famílias, aumentando o fluxo de inadimplência nos últimos tempos. "Entretanto, a cautela do consumidor, a fraca atividade econômica e a respectiva diminuição do endividamento das famílias têm agido de modo a compensar esta elevação da inadimplência, resultando em um nível praticamente estável na tendência do indicador (valores acumulados em 12 meses)", diz a empresa em relatório.

O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas informados à Boa Vista pelas empresas credoras. Em virtude da Lei Estadual de São Paulo nº 15.659/2015, a partir de setembro do ano passado passou-se a usar como referência para o Estado o número de cartas de notificação enviadas aos consumidores, em vez dos números de débitos ativos na base do SCPC.