22°
Máx
14°
Min

Índia afrouxa regras de investimento estrangeiro em setores de aviação e defesa

O governo da Índia decidiu nesta segunda-feira mudar e facilitar as regras de investimento estrangeiro direto (IED) em setores importantes como a aviação civil e de defesa, que se destinam a atrair capital de longo prazo para impulsionar o crescimento.

O governo aumentou o limite do IED em linhas aéreas domésticas de 49% para 100%. Ele também descartou algumas das exigências que as empresas de defesa tinham que atender para permitir 100% de investimento estrangeiro.

"As alterações do IED são destinadas a liberalizar e simplificar a política de modo a proporcionar facilidade de fazer negócios no país, levando os fluxos de IDE maiores a contribuírem para o crescimento do investimento, renda e emprego", disse o governo em comunicado.

O governo disse que também reduziu as normas locais obrigatórias para as empresas que trazem "inovação" e "tecnologia de ponta" para produtos de marca única no varejo.

Desde que assumiu o cargo em maio de 2014, o governo do primeiro-ministro, Narendra Modi, flexibilizou as regras do IDE e abriu novos setores para o investimento estrangeiro, ajudando o país a emergir como um dos principais destinos de IED. Fonte: Dow Jones Newswires.