24°
Máx
17°
Min

Indicador de Atividade da Fiesp sobe 1,3% em janeiro, após 7 meses de queda

O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista avançou 1,3% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal. Trata-se da primeira alta, após sete meses de queda, segundo a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Na série sem ajuste, o indicador teve avanço mensal de 1,0%. Na comparação com o mesmo mês de 2015, no entanto, o INA recuou 11,5%. No acumulado de 12 meses, o declínio é de 6,9%.

Para o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp, Paulo Francini, o resultado de janeiro "é um número pequeno". Ele destaca que nos anos de 2013, 2014 e 2015, o acréscimo verificado no primeiro mês do ano foi maior que o de 2016. "Eu diria para deixar o otimismo de lado e considerar isso como uma coisa normal dentro de um cenário de queda", afirmou, em nota.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou em 72,7% em janeiro, de 72,9% em dezembro e 77,6% em janeiro de 2015, na série sem ajuste sazonal. Já na medição com ajuste, o Nuci do mês passado foi de 74,8% em janeiro, ante 75,3% no último mês de 2015 e 79,3% em janeiro do ano passado.

A Fiesp informou ainda que o INA de dezembro ante novembro, na série com ajuste, foi revisado de uma queda de 0,6% para uma retração de 1,3%. Na série sem ajuste, o indicador de dezembro ante novembro foi revisado de recuo de 13,9% para declínio de 15,1%.