22°
Máx
17°
Min

Índices de confiança indicam que recessão já acabou, diz diretor da FGV

O Brasil está vivendo uma economia em transição e a melhora das expectativas que já aparece nos índices de confiança indica que a recessão chegou ao fim, afirmou o ex-presidente do Banco Central (BC) e diretor do Centro de Economia Mundial da Fundação Getulio Vargas (FGV), Carlos Langoni.

"As expectativas estão ainda num momento dinâmico de ajustamento. Os índices de confiança, todos eles, indicam que a recessão já acabou (...)", disse Langoni no seminário Reforma Fiscal, promovido pela FGV em parceria com a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), mencionando indicadores de confiança do consumidor, empresariado e agronegócios e uma melhora no ambiente de negócios.

Para Langoni, a recuperação econômica passa necessariamente pela redução do papel do Estado, a abertura da economia e uma onda de privatizações e concessões. Segundo ele, o reconhecimento disso pelo governo do presidente interino, Michel Temer, já "é um passo gigantesco".

"O Brasil está se reencontrando com uma arquitetura macroeconômica coerente, consistente e previsível, numa nova fase de crescimento sustentável", disse, destacando que o grande desafio será o ajuste interno, que passa por uma complexa negociação com o Congresso e depende da capacidade de negociação do executivo.