22°
Máx
17°
Min

Intenção de compra do Dia dos Namorados quase cai pela metade, diz Boa Vista SCPC

Despencou a intenção de compra de presentes para o Dia dos Namorados. Neste ano, 56% dos brasileiros pretendem comprar presentes para a data, aponta a pesquisa nacional da Boa Vista SCPC. O resultado pode parecer elevado, mas no ano passado 92% dos consultados pretendiam ir às compras, mostrava a mesma enquete. Neste ano foram ouvidos cerca de 600 pessoas entre os dias 18 e 31 de maio em todas as regiões do País.

O alto nível de endividamento, com 45% das respostas, é apontado como o principal motivo para não ir às compras na data, seguido pelo desemprego, com 12% das respostas.

A pesquisa deste ano também mostra uma mudança no perfil de gastos: 33% pretendem gastar menos do que em 2015, 39% mais e 28% a mesma quantia. Em 2015, essas fatias eram diferentes: 30% gastariam menos do que no ano anterior, 46% mais e 24% a mesma coisa.

O valor médio do presente também deve ter redução. Neste ano, o gasto médio pretendido é de R$ 260, ante R$ 313 em 2015. É uma queda de quase 17%, sem considerar a inflação do período.

Neste ano, quase dois terços dos entrevistados pretendem gastar, no máximo, R$ 200 com presentes e a maioria (64%) planeja pagar as compras à vista. Mais uma vez, artigos de vestuário e acessórios são os itens mais procurados, com 27% das intenções de compra, praticamente o mesmo resultado do ano passado.

Um resultado que chama atenção é o aumento de 8% em 2015 para 14% neste ano da intenção de compra de itens de perfumaria e cosméticos. Como o valor unitário desses produtos geralmente é menor em relação aos demais presentes, esse fator explica a maior demanda em momentos de bolso mais apertado.