26°
Máx
19°
Min

IPC-Fipe tem alta de 0,41% na 2ª quadrissemana de maio

(Foto: Marcelo Camargo/ABr) - IPC-Fipe tem alta de 0,41% na 2ª quadrissemana de maio
(Foto: Marcelo Camargo/ABr)

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, registrou alta de 0,41% na segunda quadrissemana de maio, mostrando leve aceleração ante a leitura da primeira quadrissemana, quando o IPC subiu 0,38%, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na segunda estimativa de maio, três grupos de produtos aceleraram ganhos em relação à primeira prévia do mês. Em Habitação, os custos subiram 0,13% na segunda quadrissemana de maio, após ficarem estáveis na leitura anterior. Além disso, o avanço nas despesas pessoais foi de 0,62% na primeira quadrissemana para 0,92% na segunda, enquanto a alta dos custos de educação aumentou ligeiramente, de 0,15% para 0,16%.

Por outro lado, houve desaceleração em Alimentação, de +0,57% na primeira quadrissemana de maio para +0,50% na segunda, e em Saúde, de +2,46% para +2,40%.

Já os custos de Transportes caíram em ritmo mais forte na última estimava, de 0,54%, após recuarem 0,35% na primeira quadrissemana de maio. Os preços de vestuário, por sua vez, subiram 0,75%, repetindo a leitura anterior.

Veja como ficaram os itens que compõem o IPC na segunda quadrissemana de maio:

Habitação: 0,13%

Alimentação: 0,50%

Transportes: -0,54%

Despesas Pessoais: 0,92%

Saúde: 2,40%

Vestuário: 0,75%

Educação: 0,16%

Índice Geral: 0,41%