28°
Máx
17°
Min

Itália corta projeções de PIB para 2016 e 2017, mas eleva a do déficit de 2017

O governo da Itália cortou nesta sexta-feira suas projeções já cautelosas para o crescimento econômico neste ano e no próximo. Além disso, anunciou uma elevação na sua meta de déficit orçamentário para 2017, o que pode gerar conflitos com a Comissão Europeia por causa da política fiscal de Roma.

Em suas projeções econômicas atualizadas, que são o primeiro passo para a elaboração do orçamento de 2017, o governo do primeiro-ministro Matteo Renzi previu que a economia italiana crescerá 1,2% neste ano e 1,4% em 2017. Anteriormente, projetava avanço de 1,6% para os dois anos.

A meta de déficit orçamentário, acompanhada de perto pela Comissão Europeia, foi cortada levemente neste ano, de 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB) anteriormente para 2,3% do PIB agora. A meta de déficit de 2017, porém, foi elevada de 1,1% do PIB para 1,8%. Fonte: Dow Jones Newswires.