20°
Máx
14°
Min

Juros futuros recuam com meta fiscal menor para 2017 e desaceleração do IPCA

Os juros futuros recuam desde a abertura, refletem a reação positiva dos mercados locais à desaceleração do IPCA de junho e à meta fiscal menor para 2017. Às 9h45 desta sexta-feira, 8, o DI para janeiro de 2017 estava em 13,885%, de 13,905% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2018 exibia 12,69%, na mínima, de 12,78%. O DI para janeiro de 2021 estava em 12,10%, de 12,26%.

O IPCA fechou junho com alta de 0,35%, de 0,78% em maio, a menor taxa mensal registrada desde agosto de 2015, quando o indicador ficou em 0,22%. O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Broadcast Projeções, que iam de uma taxa de 0,32% a 0,44%, com mediana de 0,37%. A taxa de inflação pelo IPCA no acumulado do ano foi de 4,42% e de 8,84% em 12 meses até junho.