21°
Máx
17°
Min

Justiça nega ação contra presidência da Usiminas

A Justiça de Minas Gerais negou ação da Nippon Steel contra a eleição de Sérgio Leite para a presidência da Usiminas, apurou o 'Broadcast', serviço em tempo real da 'Agência Estado'. A companhia japonesa é controladora da siderúrgica mineira, ao lado da argentina Ternium.

Procuradas, a Usiminas e a Nippon Steel não comentaram. O caso está em segredo de Justiça.

Em comunicado no último dia 26, a empresa japonesa afirmou que a eleição de Leite, no lugar de Romel Erwin de Souza, seria inválida. A Nippon Steel argumentou que não foi cumprido o acordo de acionistas, uma vez que a indicação não teve seu consentimento prévio.

A mudança foi aprovada em reunião do conselho de administração, no dia 25 de maio. Os três representantes da Ternium além dos apontados pelo banco BTG Pactual, pela Previdência Usiminas e pelos trabalhadores votaram a favor da nova diretoria. Os três conselheiros indicados pela Nippon foram contra. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.