23°
Máx
12°
Min

Klabin reverte prejuízo e registra lucro líquido de R$ 1,074 bi no 1º trimestre

No primeiro trimestre de 2016, a Klabin registrou um lucro líquido de R$ 1,074 bilhão, revertendo assim o prejuízo de R$ 729 milhões reportado em igual período do ano passado.

O Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado teve uma alta de 11% contra o primeiro trimestre de 2015, para R$ 512 milhões. A margem Ebitda ficou estável, em 35%.

A receita líquida teve um crescimento de 12% de janeiro a março deste ano contra 2015, para R$ 1,463 bilhão.

O resultado financeiro, excluídas as variações cambiais, ficou negativo em R$ 67 milhões no primeiro trimestre de 2016, ganho de R$ 30 milhões se comparado ao resultado negativo de R$ 97 milhões do ano passado. Isto porque as receitas financeiras foram 32% maiores do que no ano passado, em R$ 157 milhões, contra R$ 224 milhões em despesas.

Volume de vendas

Ao longo do primeiro trimestre de 2016, o volume de vendas da Klabin, sem incluir madeira, cresceu 4% na comparação com o mesmo período do ano passado, para 455 mil toneladas.

Com o foco no aumento das exportações, o volume direcionado ao mercado externo teve um avanço de 13% de janeiro a março deste ano contra igual intervalo do ano passado, para 164 mil toneladas, enquanto as vendas no mercado interno ficaram estáveis, em 291 mil toneladas. Dessa forma, a participação das exportações no trimestre foi de 36% ante 33% em 2015.

"Assim como no final do ano passado, no primeiro trimestre de 2016 a maior taxa de câmbio média em relação ao mesmo período do ano anterior e o desaquecimento da economia brasileira criaram um cenário mais favorável às exportações e a Klabin novamente aumentou suas vendas para mercados estrangeiros", comentou a empresa, no informe de resultados, enviado há pouco à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Apesar da desaceleração da economia brasileira, a Klabin pontuou que alguns segmentos tiveram desempenho mais resiliente, permitindo assim a estabilidade das vendas.

Do volume vendido, 37% foi de papel cartão, 36% de conversão e 24% kraftliner.

Receita

A receita líquida total da Klabin foi de R$ 1,463 bilhão no primeiro trimestre de 2016, incluindo as vendas de madeira. Somente as vendas ao mercado externo corresponderam a R$ 517 milhões, um valor 32% acima do verificado no primeiro trimestre de 2015, o equivalente a 35% da receita total, contra 30% no ano passado.

A receita no mercado interno subiu 3%, para R$ 946 milhões. "Apesar dos impactos do enfraquecimento econômico nos mercados de papéis para embalagens no Brasil e da menor receita de vendas de toras de madeira no trimestre com o início do suprimento da nova planta de celulose, o posicionamento da Klabin em segmentos mais resilientes elevou a receita também no mercado interno", avaliou a empresa, no documento.