27°
Máx
13°
Min

Lagarde diz que crescimento global tem sido "baixo" e beneficia "muito poucos"

Washington, (AE) - A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou neste sábado que o crescimento econômico no mundo "tem sido muito baixo durante muito tempo e beneficia muito poucos". Na avaliação de Lagarde, as autoridades precisam lidar com esses problemas.

Lagarde falou em Washington, onde líderes das finanças globais se reúnem para os encontros do FMI e do Banco Mundial. O ministro das Finanças francês, Michel Sapin, disse que os líderes mundiais precisam lidar com preocupações com a injustiça e a desigualdade causadas pela globalização, como evasão fiscal de grandes empresas e perda de empregos da classe trabalhadora. "Nós precisamos lutar contra a imoralidade da globalização, essa desigualdade, para novamente dar às pessoas o sentido da abertura e do multilateralismo", disse Sapin a repórteres.

Em seu comunicado, os membros do FMI se comprometeram a desenhar e implementar políticas para lidar com preocupações daqueles que "foram deixados para trás" e para garantir que "todos tenham a oportunidade de se beneficiar da globalização e da mudança tecnológica". O FMI não detalhou, porém, quais ações os países adotariam.

O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, disse a repórteres que o livre-comércio é crucial para impulsionar o crescimento no mundo. Lagarde também defendeu o livre-comércio e disse que isso fomenta o comércio global e o crescimento, além de lembrar que a geração de empregos e a maior renda reduzem a pobreza. Fonte: Associated Press.