21°
Máx
17°
Min

Leilão de transmissão deve viabilizar cerca de 80% dos projetos, diz Aneel

O próximo leilão de transmissão, marcado para 28 de outubro, deve viabilizar cerca de 80% dos projetos ofertados, estimou o diretor da Agência Nacional Energia Elétrica (Aneel), Tiago Correia. "O último foi 60%, deve ser muito mais do que isso, se for 100% vou ficar feliz, mas acho que vai ser próximo de 80%", disse.

No último leilão, realizado em abril, foram ofertados 24 lotes e apenas 14 (58%) foram concedidos, viabilizando R$ 6,8 bilhões em investimentos, ou 56% do total.

Correia prevê que entre dois e quatro novos investidores, nacionais e internacionais, devem comparecer. "Talvez ainda não será no patamar suficiente, porque é um monte de lotes", comentou. Ele lembrou que existem companhias de geração e distribuição que têm a possibilidade de disputar projetos de transmissão, em uma possível referência à EDP Energias do Brasil, que sinalizou recentemente essa possibilidade.

O diretor da Aneel também afirmou que empresas transmissoras que estavam afastadas dos leilões devem voltar. É o caso da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep). Nesta quinta-feira, 29, o diretor de Relações com Investidores da companhia, Rinaldo Pecchio Junior, disse que a administração da empresa vai analisar alguns dos projetos que serão ofertados.

No próximo leilão de transmissão serão licitados 24 lotes de empreendimentos localizados nos Estados da Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, com expectativa de investimentos da ordem de R$ 12,58 bilhões.