22°
Máx
17°
Min

Londrinense perde poder de compra e inadimplência cai 18%

(foto: ACIL/Divulgação) - Londrinense perde poder de compra e inadimplência cai 18%
(foto: ACIL/Divulgação)

O cenário econômico desfavorável, com baixa atividade econômica, continua derrubando os números da inadimplência em Londrina.

De acordo com levantamento da ACIL, os registros de entrada no cadastro de restrição de crédito caiu 18,42% no primeiro semestre em comparação com o mesmo período do ano passado.

A queda mensal em junho (contra junho de 2015) foi ainda mais acentuada: 23,70%, a segunda maior do ano – em abril a redução foi de 32,13%.

“A deterioração da renda do trabalhador, provocada pela perda do poder de compra em função da inflação e a degradação do mercado de trabalho, estão impactando negativamente os indicadores de inadimplência”, avalia o consultor da ACIL, Marcos Rambalducci.

Exclusões

A porta de saída do cadastro de restrição também ficou menos movimentada no semestre, mas com diminuição bem mais modesta, de 3,32%.

Porém, o patamar de queda em junho foi bem acima disso, com 15,83%, o segundo maior do ano – em maio este índice chegou a 17,19%.

(com assessoria de imprensa da Associação Comercial e Industrial de Londrina)