22°
Máx
16°
Min

Maggi solicita à Argentina inclusão do açúcar na pauta do Mercosul

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, aproveitou o encontro com o ministro da Agroindústria da Argentina, Ricardo Buryaile, neste domingo, na Expointer, para solicitar a inclusão do açúcar na pauta de comercialização do Mercosul.

O desejo brasileiro de integrar o produto ao Mercosul sempre esbarrou na resistência argentina. E, sem que isso aconteça, o Brasil não consegue avançar nas negociações para vender açúcar à União Europeia.

"Eu solicitei ao ministro argentino que o açúcar seja colocado para dentro do bloco", disse Maggi após sair do encontro. "Houve, por parte do ministro e dos seus técnicos que estavam presentes, a ideia de uma recepção favorável."

Maggi explicou que, para tentar convencer os argentinos, está deixando claro que o Brasil não busca tomar o mercado vizinho, mas sim obter o reconhecimento do açúcar como um produto pertencente ao bloco sul-americano.

"O Brasil coloca claramente a seguinte posição: 'vocês colocam as condicionantes'. Nós não queremos que o açúcar brasileiro invada o mercado argentino. Desejamos que o produto esteja reconhecido, para que a gente possa avançar nas negociações com a Comunidade Europeia", disse.

A expectativa do governo brasileiro é de que as conversas continuem. Este foi o terceiro encontro de Maggi com o colega argentino desde que assumiu o ministério, no governo do presidente em exercício, Michel Temer.

Maggi chegou ao Rio Grande do Sul neste sábado. Ontem, participou da abertura oficial da 39ª Expointer (Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários), em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre. Hoje, se reuniu com o Buryaile e com o ministro da Agricultura do Uruguai, Tabaré Aguerre. Depois, almoçou com lideranças do agronegócio gaúcho. A feira termina no dia 4 de setembro.