21°
Máx
17°
Min

Maior parte dos namorados deve gastar até R$ 100 com presente

(Foto: Thiago Queiroz / Estadão Conteúdo) - Maior parte dos namorados deve gastar até R$ 100 com presente
(Foto: Thiago Queiroz / Estadão Conteúdo)

O Dia dos Namorados é uma das datas mais aguardadas pelo comércio. Em um momento de retração, esta pode ser a oportunidade para alavancar as vendas. No entanto, o paranaense não está disposto para gastar muito. Segundo sondagem da Fecomércio-PR, a maior parte dos namorados deve gastar entre R$ 50 e R$ 100 no presente. Esta parcela significa 44% dos entrevistados pela federação do comércio.

A pesquisa ainda mostrou que 31% das pessoas que pretendem presentear vão gastar entre R$ 100 e R$ 150. Somente 9% gastará entre R$ 150 e R$ 200 e 16% querem comprar um presente com um valor acima de R$ 200.

O tíquete médio gasto com o presente no Dia dos Namorados será R$ 121,25. O valor é superior ao de outras datas comemorativas. No Dia das Mães, por exemplo, o gasto médio foi de R$ 99,50.

No entanto, a estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é de que as vendas do varejo relacionadas ao Dia dos Namorados devem ser menores 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

A sondagem da Fecomércio ainda apontou que os presentes de vestuário e calçados serão os mais procurados (49% dos entrevistados). Na sequência estão os artigos de perfumaria (22%), viagens (7%) e eletrônicos (5%). Outros itens variados somam 11%.

Colaboração Fecomércio-PR