24°
Máx
17°
Min

Marfrig vende operações de confinamento no País para seu fundador, Marcos Molina


A Marfrig Global Foods, em comunicado ao mercado feito no final da tarde desta quarta-feira, 10, informou que vendeu 99,99% do capital social da MFG Agropecuária, responsável pelas operações de confinamento da companhia no Brasil, para seu fundador, acionista controlador e presidente do conselho de administração, Marcos Molina dos Santos, com aval da sua esposa, Marcia Aparecida Pascoal Marçal dos Santos.

A transação ocorreu no último dia 29 de janeiro, com o valor de R$ 95 milhões (incluso juros pré-fixados de 15% ao ano).

Segundo a companhia, houve um pagamento de um sinal de R$ 10,9 milhões e o saldo remanescente será liquidado em nove parcelas trimestrais. A operação é garantida pelos próprios ativos da MFG, bem como por nota promissória e aval de Marcos e Marcia com o valor correspondente a 110% do saldo das obrigações.

"O desinvestimento realizado na MFG está alinhado com o plano estratégico 'Focar para Ganhar', visando uma operação mais simples e focada nos seus ativos principais", justificou a Marfrig, no comunicado.

"A negociação entre Marfrig e Marcos reflete condições comerciais de compra e venda de participações societárias estritamente compatíveis e adequadas ao que usualmente é praticado pelo mercado", ressaltou ainda a companhia, explicando que a operação teve aprovação do comitê de Auditoria, de Gestão e do Financeiro e de Gestão de Riscos, com base em laudo de avaliação do ativo feito pela PricewaterhouseCoopers.