23°
Máx
12°
Min

Maria Silvia diz que não há prazo para repasse de R$ 100 bi ao Tesouro

A presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos, afirmou nesta segunda-feira, 1, que o objetivo do banco de fomento era fazer o repasse de R$ 100 bilhões ao Tesouro ainda este ano, porém ainda não há prazo definido para a operação. "Isso só será feito se for juridicamente perfeito. Ainda está em consulta no TCU (Tribunal de Contas da União) e à AGU (Advocacia-Geral da União)", afirmou ela. "A ideia é que fosse este ano, mas não tem data, não tem prazo", complementou.

A declaração de Maria Silvia ocorreu após a presidente do BNDES participar da reunião anual da Fundação Estudar, criada pelo megainvestidor Jorge Paulo Lemann, em São Paulo.

A decisão de o BNDES devolver R$ 100 bilhões ao Tesouro, citada por ela, foi anunciada em maio pelo presidente em exercício, Michel Temer. O modelo proposto por Temer previa a devolução de R$ 40 bilhões neste ano e os outros R$ 60 milhões no decorrer dos próximos dois anos, sendo R$ 30 bilhões em 2017 e a mesma quantia em 2018.

O montante, segundo o governo federal, representa uma parte do aporte de mais de R$ 500 bilhões concedido ao BNDES desde 2008.