22°
Máx
16°
Min

Membro do BoE diz que um corte de juros em agosto depende da inflação

Martin Weale, um dos membros do comitê de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) disse nesta segunda-feira que um corte de juros em agosto vai depender de quão longe a inflação deve ultrapassar a sua meta após uma queda acentuada na libra no último mês.

A afirmação de Weale foi feita durante seu discurso em Londres. Segundo ele, a votação que resultou na saída do Reino Unido da União Europeia tem prejudicado a economia, mas também vai empurrar para cima a inflação, uma vez que a queda da libra deve elevar os preços de importação. Neste cenário, Weale disse que a situação "aponta para o argumento de que devemos esperar por evidências mais firmes antes de fazer qualquer mudança de política".

"Para que ocorra um afrouxamento da política monetária teremos que esperar para ver uma fraqueza na produção industrial grande o suficiente para compensar uma eventual aceleração da inflação acima da meta na hipótese de que a política não seja alterada do curto prazo", disse ele.

Na última reunião de política monetária do BoE, neste mês, as autoridades sinalizaram que eles esperam afrouxar a política no próximo mês para ajudar a economia. As observações de Weale, no entanto, indicam que uma mudança na política não é certa. Fonte: Dow Jones Newswires.