22°
Máx
16°
Min

Mercado reduz apostas de elevação de juros nos EUA em junho, mostra CME Group

A probabilidade de o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) elevar os juros no curto prazo está cada vez mais menor, principalmente após a divulgação do relatório de emprego nos EUA (payroll). Segundo levantamento do CME Group, as chances de aumento de juros na reunião que acontecerá em junho, estimadas em 10% antes do dado, baixaram para 6% após a divulgação.

Na semana passada, logo após a reunião do Fed - quando a instituição manteve os juros e destacou uma desaceleração da economia - a probabilidade passou de 21% para 19%.

A economia dos Estados Unidos criou 160 mil empregos em abril, em um sinal de que os empregadores podem estar mais cautelosos, após a desaceleração registrada no início deste ano. A taxa de desemprego ficou estável em 5,0%.

Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam que tivessem sido geradas 205 mil novas vagas e que a taxa de desemprego ficasse estável.

As revisões mostraram que em fevereiro e março foram gerados 19 mil empregos a menos que o antes calculado. Segundo os cálculos atualizados, os EUA criaram 208 mil vagas em março e 233 mil em fevereiro.