22°
Máx
14°
Min

Minerva Foods paralisa frigorífico de MG e demite 400 funcionários

A Minerva Foods informou nesta sexta-feira, 3, a paralisação das atividades do frigorífico de Campina Verde (MG) e o consequente desligamento de 400 funcionários. Em nota, a Minerva Foods afirmou que a decisão foi inevitável "considerando o cenário econômico nacional e a queda do consumo de carnes no mercado interno", que levaram a empresa a readequar suas operações no País para manter os níveis de eficiência em rendimento, otimização da capacidade instalada e a rentabilidade.

No ano passado, a empresa já havia paralisado a atividade de abate e mantido apenas os trabalhos de desossa bovina na unidade da cidade mineira, que tem cerca de 20 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Conforme a Minerva, o objetivo era manter o frigorífico em operação e rentável.

A empresa afirmou, ainda, que considerou outras alternativas para tentar tornar viáveis as atividades, sem entrar em detalhes.

A companhia negou a possibilidade de paralisação de outras unidades no País no curto prazo. Em Minas Gerais, a Minerva tem ainda com uma unidade em Janaúba.

O número de abates realizados pela Minerva Foods no primeiro trimestre de 2016 totalizou 518,2 mil cabeças de gado, uma retração de 14,8% em relação a igual período do ano passado, quando os abates somaram 608,3 mil cabeças. O volume de produtos vendidos caiu 5,4% na mesma base de comparação, para 132,6 mil toneladas nos três primeiros meses deste ano.

As vendas de carne bovina in natura da empresa no mercado interno recuaram 17,1%, na mesma base de comparação. Em valores, houve leve queda de 2,1%, para R$ 484,4 milhões de reais. Já em relação ao resultado geral, a empresa reportou lucro líquido no período de R$ 46,3 milhões, ante um prejuízo líquido de R$ 587,2 milhões registrado em 2015.