22°
Máx
17°
Min

Mudança na autoregulação está entre prioridades, diz novo presidente da Anbima

Mudanças no código de autoregulação e no programa de certificação de profissionais foram algumas das prioridades da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) destacadas pelo novo presidente Robert van Dijk durante a solenidade de posse da nova diretoria da associação que acontece em São Paulo. O executivo do Banco Votorantim tomou posse em abril no lugar de Denise Pavarina, executiva do Bradesco, que esteve à frente da associação de 2012 a 2016.

"Este é o momento de fazer uma reflexão profunda sobre o modelo de autoregulação que nasceu em 1988 e foi instrumento precioso de desenvolvimento do mercado e reconhecido internacionalmente. Queremos dar outro salto para refletir o dinamismo do ambiente de negócios", afirmou van Dijk durante o discurso de posse.

Em relação às certificações, van Dijk disse querer ampliar o escopo para aproximar o programa de certificações da realidade dos profissionais. "Metodologias de supervisão serão aprimoradas em direção ao padrão externo", destacou.

Van Dijk passou também uma mensagem de alinhamento com as iniciativas de ajuste fiscal, da reforma tributária e previdenciária. "Estão explícitos os desafios que devemos enfrentar e que exigirão união de forças", disse. "Nós como cidadãos ou representantes do mercado não poderíamos ficar fora dela. Temos de participar do debate democrático, temos de deixar claro nosso apoio ao ajuste fiscal e à reforma tributária; é urgente debater a reforma previdenciária", acrescentou.

Na solenidade estavam presentes executivos dos maiores bancos e gestoras brasileiras, além dos presidentes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), BM&FBovespa, Cetip, Susep, Abrasca e ABVCap, entre outras.