22°
Máx
16°
Min

Nos EUA, Trump diz que Yellen segura os juros baixos no Fed para ajudar Obama

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a criticar o Federal Reserve, o banco central norte-americano, e a presidente da instituição, Janet Yellen. Segundo Trump, Yellen mantém os juros baixos no país para ajudar o presidente Barack Obama.

Trump, presumivelmente falando de Yellen, disse nesta segunda-feira que as taxas de juros foram mantidas baixas "porque ela é obviamente política e faz o que Obama quer que ela faça". O comentário foi feito durante uma entrevista à rede CNBC, durante a qual Trump acrescentou que os dirigentes do Fed estariam criando "um falso mercado". Na avaliação de Trump, Yellen "deveria estar envergonhada" de seu próprio comportamento na condução da política monetária dos EUA.

Quatro meses atrás, Trump disse que tinha "grande respeito" por Yellen, durante entrevista ao Wall Street Journal. Um porta-voz do Fed não quis comentar as declarações do candidato republicano nesta segunda-feira.

Os dirigentes do Fed têm repetido que a política, e particularmente a eleição presidencial de novembro, não entram na decisão sobre quando elevar os juros. "Nós estamos muito concentrados em avaliar a perspectiva econômica e em fazer mudanças que são apropriadas sem levar a política em consideração", disse Yellen a congressistas em junho.

Trump afirmou que os dirigentes do Fed querem manter o mercado em alta, "então Obama se vai e deixam o novo cara...elevar os juros - ou ela Yellen elevar os juros e ver o que acontece no mercado de ações". Os poupadores, segundo ele, são prejudicados pelos juros baixos.

Questionado sobre o status do Fed como uma entidade independente, Trump disse: "Eu costumava pensar que eles eram independentes, e o Fed não é independente. Não está perto de ser independente." Fonte: Dow Jones Newswires.