22°
Máx
16°
Min

Octavio de Barros deixa chefia de economia do Bradesco após 14 anos

MARIANA CARNEIRO, ENVIADA ESPECIAL

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Após 14 anos no comando do departamento econômico do Bradesco, Octavio de Barros deixa a diretoria do segundo maior banco privado do país.

Aos 61 anos, Barros se aproximava do limite de idade de executivos previsto no estatuto do banco (62).

Em seu lugar, como diretor de pesquisas e estudos econômicos, assume interinamente o atual superintendente na área, Fernando Honorato Barbosa.

Octavio chefiou a equipe de pesquisa econômica do banco desde 2003, quando chegou ao Bradesco após a compra do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria.

O executivo passa agora a ser consultor econômico do Bradesco.

Paralelamente, comandará o Instituto República, consultoria franco-brasileira de estudos e debates econômicos. Ele também segue como vice-presidente do conselho empresarial Brasil-China, vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil-França, integrante do conselho da Funcex (Fundação Centro de Estudos do Comercio Exterior) e do conselho de economia da Fiesp.