28°
Máx
17°
Min

Oeste vai debater alternativas para reduzir custo com transporte

Foto: Divulgação - Oeste vai debater redução de custo com transporte
Foto: Divulgação

A Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística (CT-INFRALOG), do Programa Oeste em Desenvolvimento, debate na próxima quarta-feira, 31, a partir das 13h30, no auditório do Sebrae, em Cascavel, alternativas para reduzir os custos com o transporte da produção agroindustrial da região. O objetivo é fortalecer a competitividade e os ganhos das atividades produtivas, que devido aos custos logísticos, podem reduzir em até 17% a receita bruta dos produtores.

Como subsídio para o debate, a Secretaria de Estado do Planejamento do Paraná apresentará o estudo que está sendo desenvolvido sobre o corredor de exportação do Paraná. Este trabalho, que é feito em parcerias com outras secretarias de Estado e federações, mostra uma análise do fluxo e oferta de cargas nas rodovias e ferrovias com destino a Paranaguá.

Com isso, os empresários e agentes públicos da região poderão verificar a necessidade da melhoria e implantação de modais (rodovia, ferrovia e hidrovia) para escoar a produção da região e as potencialidades para ampliação dos modais de transporte utilizados pelo Oeste.

Durante o encontro, o presidente da Coopavel, Dilvo Groli, fará também uma palestra sobre os “Pedágios do Paraná”. O objetivo é compartilhar o estudo sobre a arrecadação com os pedágios e os investimentos realizados pelas concessionárias nas rodovias paranaenses.

“Os custos com transporte continuam sendo o maior gargalo das cadeias e demais atividades produtivas do Oeste, pois retira a competitividade dos produtores rurais e outros empresários da região. Precisamos pensar rápido em soluções a curto, a médio e a longo prazos”, comentou o coordenador da Câmara Técnica, Danilo Vendruscolo.

Estradas rurais

Também deverá ser apresentada no evento uma proposta de elaboração de um projeto regional de melhoria das estradas rurais por onde escoa toda a produção do agronegócio. A iniciativa tem como parceira instituições de ensino, como a Unioeste, de Toledo, a Universidade da Integração Latino Americana (Unila), instalada em Foz do Iguaçu, e UTFPR de Toledo.

Segundo Vendruscolo, as péssimas condições das estradas são um entrave para o crescimento da região, pois impactam diretamente na movimentação dos insumos, seja na coleta ou no escoamento do que é cultivado nas principais cadeias produtivas (frango, suínos, peixe e leite).

Ele comenta que além das perdas e danos na carga, a limitação da capacidade de escoamento acaba onerando o custo. Com estradas estreitas e mal conservadas, as empresas ficam impedidas de investir em caminhões maiores para transportar a produção.

Inscrições

As inscrições para o debate serão abertas no dia 31, a partir das 13h30, no auditório do Sebrae, em Cascavel. Para participar, basta se inscrever pelo link http://goo.gl/forms/Zaq7K6nj5hiZIQt22. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail: ctinfra@oesteemdesenvolvimento.com.br ou pelo telefone (45) 3576-7081.

Oeste em Desenvolvimento

Lançado em 2014, o Programa Oeste em Desenvolvimento é uma iniciativa que reúne mais de 40 instituições como a Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Sebrae/PR, o Sistema Cooperativo, a Caciopar, a Amop, a Emater e a Fiep.

O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico sustentável do Oeste do Paraná por meio de ações integradas. Ele atua nas áreas de Infraestrutura e Logística, Pesquisa e Desenvolvimento, Crédito e Fomento, Capital Social e Cooperação, e Energias Limpas e Renováveis.

Colaboração: Assessoria de imprensa