20°
Máx
14°
Min

Oi diz que não alcançou acordo sobre reestruturação com detentores de bônus

A Oi informa que está negociando a reestruturação de dívidas com um grupo de detentores de bônus, mas que até o momento não chegou a acordo. A companhia apresentou a esse grupo um documento sobre a reestruturação e recebeu uma resposta, na forma de um "term sheet" por escrito, o qual ainda não foi respondido, segundo informa a operadora em fato relevante, divulgado nesta sexta-feira, 17. "Até esta data, não foi alcançado nenhum acordo a respeito dos termos da transação." Tampouco há contraproposta da Oi.

As negociações ocorrem com membros de um grupo "ad hoc", formado por titulares de notes com diversos vencimentos emitidos por Oi S.A., Oi Netherlands e Portugal Telecom International Finance (PTIF).

As informações foram tornadas públicas porque foi extinto o acordo de confidencialidade, que havia sido firmado com certos membros desse grupo, para atuar como um comitê de discussões. Representantes da Oi reuniram-se em Nova York com representantes do comitê nos dias 6 e 7 de junho, para negociar os termos de uma potencial reestruturação financeira.

"Embora as negociações entre o comitê e a companhia continuem no futuro, não é possível assegurar que as negociações continuarão ou, caso continuem, que as mesmas irão resultar em um acordo com relação aos termos de uma transação", diz o fato relevante.

A esse comitê foi informado que aproximadamente 60% dos seus recebíveis estão atualmente penhorados a bancos brasileiros, ainda de acordo com o comunicado ao mercado.

Também foram apresentados documentos como "um fragmento de lista de todos os bancos brasileiros que garantiram certos pagamentos ou dívidas que a companhia deve e certas informações relativas a tais garantias"; o sumário de previsão de dívidas para todos os pagamentos de juros e amortizações programados; previsão de fluxo de caixa relativo a contratos derivativos; um documento sobre questões regulatórias, "incluindo revisão de acordo de concessão e termos de ajustamento de conduta"; entre outros.

Em resposta ao term sheet da companhia, em 11 de junho os representantes dos titulares de notes apresentaram à Oi um term sheet com os termos de uma potencial transação. "Até a presente data, a companhia não respondeu ao Term Sheet dos Titulares de Notes ou fez uma contraproposta."