23°
Máx
12°
Min

Opep: demanda crescerá 70 mil bpd em 2017 na AL; Brasil responde por mais de 50%

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) prevê que a demanda por combustíveis aumentará em 2017 na América Latina diante da melhora das condições econômicas. De acordo com estimativa da entidade, o Brasil responderá por mais da metade do aumento do consumo previsto para o próximo ano.

A Opep prevê que a demanda por combustíveis deve atingir 6,6 milhões de barris de petróleo diários (bpd) em 2017. O volume representa aumento de 70 mil bdp na comparação com a média esperada para 2016 ou alta de 1%. Neste ano, a entidade prevê consumo médio de 6,53 milhões de BPD na região. "A demanda por petróleo deve mostrar ligeira melhora após a contração experimentada em 2016 com aumento potencial de 70 mil barris diários", cita o documento mensal da entidade divulgado esta manhã.

"Este aumento será liderado pela ligeira melhora da perspectiva econômica, além da baixa base de comparação. O Brasil deve ser o principal contribuinte para esse aumento e responderá por mais de 50% do crescimento previsto para a América Latina em 2017", cita o documento. A Opep não detalha a demanda por país e informa apenas as projeções agregadas por região.

O relatório cita apenas que, em termos de produto, o óleo diesel e a gasolina "deverão ter os maiores potenciais de crescimento para atender o setor industrial e de transporte". A avaliação é para toda a América Latina e não diz respeito exclusivamente ao Brasil.