24°
Máx
17°
Min

Opep pode entrar em acordo na reunião de quarta-feira, diz ministro da Argélia

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) pode entrar em um acordo para congelar a produção durante a reunião da próxima quarta-feira, disse o ministro do petróleo da Argélia, Nourredine Bouterfa.

A fala otimista do ministro vem após uma declaração, na semana passada, de que a reunião seria informal e não tinha como finalidade a tomada de decisões. Hoje, contudo, Bouterfa disse que "haverá um acordo em Argel ou os elementos para um acordo. Nós não podemos sair de mãos vazias".

Bouterfa falou que a reunião pode ser transformada em um encontro formal da Opep, com pontos a serem discutidos, incluindo o congelamento da produção, com a imediata redução, que poderia durar de seis meses a um ano.

No mês de abril, em Doha, no Catar, os membros da Opep falharam na tentativa de entrar em um acordo, após a Arábia Saudita exigir a adesão do Irã. O ministro da Argélia negou que existam divergências com a Arábia Saudita, mas admitiu que o Irã "coloca um problema específico, que pode ser colocado como aceitável, técnica ou politicamente."

Segundo o ministro argelino, o preço do petróleo pode cair para US$ 30 o barril se não houver um acordo. "Opep não tem escolha a não ser tomar uma decisão, seja em Argel ou em Viena", disse. O grupo se reúne formalmente em Viena no dia 30 de novembro.

De acordo com Bouterfa, os membros da grupo perdem de US$ 300 milhões a US$ 500 milhões por dia devido os baixos preços. Fonte: Dow Jones Newswires