22°
Máx
17°
Min

Padilha afirma que não haverá mudanças na PEC dos gastos públicos

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, descartou nesta segunda-feira, 19, mudanças na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o gasto público. Questionado sobre a possibilidade de mudança no indexador das despesas do governo - como corrigir os gastos pela variação do Produto Interno Bruto (PIB), em vez da inflação, como propõe a equipe econômica -, Padilha voltou a descartar enfaticamente qualquer alteração.

"Não haverá claraboia. Não tem mudança. A PEC 241 está comprometida com o presidente da comissão, com o relator da comissão e com a base do governo", afirmou o ministro da Casa Civil, após discursar em congresso promovido pela Abimaq, entidade que representa a indústria de máquinas e equipamentos.

Segundo Padilha, o líder do governo na Câmara - deputado André Moura (PSC-SE)- pediu, inclusive, que o presidente Michel Temer proponha o fechamento de questão em torno da pauta com todos os partidos da base aliada. "É o teto ou o teto", frisou Padilha, ao ressaltar a posição do governo de limitar todas as despesas pela inflação.