22°
Máx
16°
Min

PIB calculado por Itaú Unibanco cai 0,1% em julho ante junho

O PIB mensal calculado pelo Itaú Unibanco (Pibiu) caiu 0,1% em julho ante junho - após ajuste sazonal - e recuou 4,3% na comparação com julho do ano passado. Em 12 meses, o indicador acumula queda de 4,9%, o maior recuo desde o início da série histórica, em 2003. Na margem, houve retração de sete dos dez itens que compõem o indicador (difusão de 30%).

Observando-se a desagregação por atividades, o resultado do mês foi puxado pela queda na indústria de transformação (-0,1%) e nas vendas no varejo ampliado (-0,5%). Pelo lado positivo, a indústria extrativa cresceu 1,6%.

"Em suma, o Pibiu ficou praticamente estável em julho, mostrando uma estabilização nos últimos meses. Apesar disso, os indicadores coincidentes apontam para uma contração do PIB mensal em agosto, o que sugere uma nova contração do PIB (como medido pelas Contas Nacionais do IBGE) no terceiro trimestre", diz o Itaú em relatório.

Para agosto, o banco espera queda do Pibiu de 0,7%, em função da contração na produção industrial, consistente com os principais indicadores coincidentes já divulgados (produção de veículos, movimento de veículos pesados nas estradas, expedição de papelão ondulado, entre outros) e da continuidade da deterioração no mercado de trabalho.