28°
Máx
17°
Min

PIB paulista acumula queda de 4,7% em 12 meses encerrados em fevereiro, diz Seade

A economia paulista despencou 4,7% em fevereiro último na leitura do Produto interno Bruto (PIB) acumulado em 12 meses, perante o mesmo período no ano passado, conforme cálculo da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).

O resultado, segundo os técnicos da Fundação, reflete o desempenho ruim de vários setores, com destaques para a indústria, que caiu 9,8%, e o segmento dos serviços, que acumulou no período queda de 2,5%. A queda do PIB Paulista só não foi maior porque a agropecuária no Estado avançou 5,9% no acumulado de 12 meses até fevereiro.

Na série livre dos efeitos sazonais, o PIB de São Paulo retraiu-se 0,3% entre janeiro e fevereiro de 2016. Tal resultado decorreu dos decréscimos na indústria (-2,4%) e na agropecuária (-3,1%) e do avanço dos serviços, de 0,3%.

Na comparação fevereiro do ano passado, a atividade econômica paulista recuou 4,4% em fevereiro, com influência negativa da indústria (10,7%), seguida por serviços (1,8%). Nesta base de comparação a agropecuária cresceu 1,5%.

De janeiro a fevereiro deste ano, na comparação com igual período de 2015, a economia do Estado apresentou queda de 6,2%, em consequência da retração da indústria (-13,2%) e dos serviços (-3,3%), e do aumento na agropecuária (3,5%).